Conheça as tendências de tosa de 2017

Já estamos no meio do ano, mas nunca é tarde para se atualizar nas tendências de tosa, não é mesmo?

O nosso mercado está crescendo a cada ano e, assim como as tendências nos cortes de cabelos dentro dos salões de beleza, que passam por uma mudança anual, as tosas em pets também. O nosso mercado acompanha este “modismo”, fazen  do com que ele cresça, evolua e estimule a qualificação profissional, tão exigida pelos tutores de pets.

Hoje em dia existe um novo estilo de corte, a Tosa Comercial. Essa, na realidade, não é a ditadura de um padrão, e sim segue o estilo devida do animal e o estilo pessoal do tutor. É a tosa feita por qualidade e praticidade do dia a dia.

Tosa Comercial, realizada por Joyce Oliveira

Dentre as tosas mais pedidas, temos também a Tosa Bebê.  Ela é muito solicitada dentro dos Centros de Estética de todo pais, pois além de deixar o cãozinho com uma aparência mais fofa, facilita o cuidado com a pelagem em casa pelos proprietários, por questão de tempo e economia.

Nesses 2 últimos anos, um novo tipo de tosa vem chamando a atenção e fazendo sucesso. A Tosa Japonesa, Tosa Asiática ou Asian Free Style, como é chamada. O estilo deste corte é livre, mas mantém a face do cão com aparência de “mangá” japonês (com uma lateral muito bem marcada, tosada com uma lâmina bem baixa). É legal dar um destaque ao focinho, sempre bem marcado, as orelhas podendo ser bem longas, curtas ou raspadas. As patas podem ser cheias, raspadas, estilizadas e etc. Enfim, não existe um padrão, o que conta é a criatividade.

tendências de tosa

Tosa Japonesa, realizada por Joyce Oliveira

 

O bom deste estilo de tosa é que cada cão fica com uma identidade própria e. Também se torna uma ótima opção para os dias de frio ou para cães que chegam aos centros de estética em estados em que, muitas vezes, uma recuperação completa da pelagem é quase impossível. Desse modo é possível fidelizar o cliente.

 

Podemos utilizar todas as ferramentas: máquina, tesoura, lâminas altas e baixas. O que importa é avaliar o animal e conversar muito com o cliente para entender as necessidades e passar a real possibilidade de corte (tosa). Feito isso e com tudo muito bem acordado, o sucesso é garantido.

Por  Joyce Oliveira – Groomer Regional Pet Society

Todos os posts

10/05/2017

Os produtos preferidos dos Groomers!

10/05/2017

Cães de rua serão acolhidos em abrigo da prefeitura

22/09/2017

Cuidados com o pet no verão

22/09/2017

Proteção solar para cães e gatos: atualizações e novas perspectivas

30/08/2017

Cursos de Banho e Tosa

28/08/2017

Com que frequência devo dar banho em meu pet?