Novembro Azul para Cães e Gatos

Fique atento!

Afecções prostáticas em pets:

  • Cães também apresentam doenças na próstata com ocorrência significativa.
  • Grupo de risco: cães machos com mais de 07 anos.
  • As doenças de próstata mais comuns em cães são: prostatite, hiperplasia prostática benigna, displasia, cistos, abscessos e as neoplasias prostáticas, com menor incidência.
  • A HPB (hiperplasia prostática benigna), caracterizada pelo aumento do tamanho da próstata, acomete quase 100% dos cães idosos e não castrados.
  • Em gatos, problemas prostáticos são mais raros.

Fique de olho em sinais clínicos como:

  • Alterações de tamanho, consistência ou temperatura dos testículos.
  • Esforço para urinar.
  • Presença de secreções no pênis ou sangue na urina.
  • Dificuldade de defecar ou eliminação de fezes achatadas, com aspecto de fita.
  • Lamber a região com muita frequência ou excessivamente.
  • Falta de apetite e dor abdominal.

Como prevenir?

– Independente da presença de sinais clínicos, é aconselhável levar cães a partir de 06 anos de idade ao médico-veterinário, uma vez ao ano, para a realização de ultrassonografia abdominal e exame de toque retal. Muitos casos de doenças prostáticas são assintomáticos.

– Castração para prevenção e também para tratamento. A remoção dos testículos previne o tumor testicular e contribui para que a próstata volte ao tamanho normal em casos de HPB.

O diagnóstico de doenças prostáticas baseia-se nos sinais clínicos, palpação retal e exames complementares como ultrassonografia, radiografia e exames citológico e histológico.

Diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento!

Leve seu animal ao médico-veterinário para a prevenção rotineira de doenças prostáticas, antes que os sinais clínicos apareçam!

 

Referências:

ALVES FONSECA, C.E. et al. Avaliação histológica da próstata de cães adultos sexualmente intactos.  Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.62, n.3, p.596-602, 2010.

GALVÃO, A.L.B. et al. Principais afecções da glândula prostática em cães. Rev. Bras. Reprod. Anim., Belo Horizonte, v.35, n.4, p.456-466, out./dez. 2011.

OLIVEIRA, K. de S. et al. Alterações prostáticas de cães adultos necropsiados na escola de veterinária da universidade federal de goiás de maio a julho de 2004. Ciência Animal Brasileira, v. 8, n. 2, p. 267-272, abr./jun. 2007.

 

Todos os posts

22/09/2017

Como cobrar o serviço de banho e tosa no Pet Shop?

22/09/2017

Cuidados com o pet no verão

30/08/2017

Cursos de Banho e Tosa

04/09/2017

Dióxido de cloro no combate a halitose em cães e gatos

10/05/2017

Você sabe o que são dermocosméticos?

08/11/2017

Novembro Azul para Cães e Gatos