Seu gato precisa tomar banho?

É muito comum ouvir por aí que o gato não precisa tomar banho, não é mesmo? Isso porque ao se lamber com frequência, ele se auto higieniza. Esse é um instinto natural do felino, que faz isso como forma de proteção: desse modo ele camufla seu odor, ficando menos perceptível para os predadores.
Acontece que esta afirmação é um mito. O gato precisa, sim, tomar banhos periódicos.

Gatos gostam de água

 

O primeiro fator evidenciado por muitos tutores é a resistência do bichano com a água. Realmente, a maior parte das raças de gatos que temos hoje em dia é de origem oriental – regiões desérticas. Sendo assim, é comum associar o fator genético e histórico na relação do gato com a água, porém, ele passou por uma transformação social ao ser inserido no lar, e agora possui novas características.

O gato gosta da água instintivamente também. Ele se sente confortável caçando nesse ambiente e gosta de nadar, apenas não associa esse momento à limpeza. Quem convive com eles sabe o quanto se divertem ao ver uma água corrente. Para não ter problemas ao banhar o gato, o tutor deve acostumá-lo desde filhote com processo de molhar, lavar e secar.

O banho

 

Apesar da eficiência da limpeza pela lambedura, o gato não tem o poder de tirar as bactérias, e como hoje ele está inserido no lar, subindo na cama, no sofá, e convivendo junto com os humanos, o banho se torna necessário.

De acordo com o Groomer Referência da Pet Society, Waldecir Silva, os banhos podem ser mais espaçados que o dos cães: “uma vez ao mês é o ideal”.

Além disso, o tutor deve fazer escovação no animal a cada dois dias. A escovação e o banho auxiliam na remoção dos pelos mortos, o que é uma questão de saúde, já que, ao se lamber, o gato acaba engolindo os pelos. Essa dinâmica é muito comum, mas em excesso, acaba causando problemas graves que podem levar à morte.

Waldecir indica que apenas gatos filhotes e de pelos curtos sejam banhados em casa, isso porque os de pelo semi longo e longo requerem uma secagem especial. “Quando o gato não é bem seco após o banho, corre grande risco de desenvolver dermatopatias relacionadas a fungos e bactérias afirma o profissional.

Ao levar seu gato no Pet Shop, escolha um que tenha um profissional especializado em manejo de gatos. Fazendo o processo da maneira certa e adequada às particularidades do bichano, não haverá stress.

Todos os posts

07/07/2017

Conheça as tendências de tosa de 2017

10/05/2017

Como fazer seu cão urinar no local desejado

10/05/2017

Os produtos preferidos dos Groomers!

10/05/2017

Tudo sobre comportamento animal no Blog Pet Lovers

07/07/2017

Cachorro com pele sensível e a escolha do shampoo correto

10/05/2017

Cães de rua serão acolhidos em abrigo da prefeitura